Setor automotivo tira ações europeias de máxima em 5 anos

terça-feira, 17 de setembro de 2013 14:11 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 17 Set (Reuters) - Os papéis do setor automotivo tiraram as ações europeias de máxima em cinco anos nesta terça-feira, quando dados mostrando queda nas vendas de automóveis no mês passado sufocaram o otimismo dos investidores com o setor.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 encerrou o pregão em queda de 0,5 por cento, a 1.252 pontos, depois de ter fechado no nível mais alto desde junho de 2008 no pregão anterior.

Os investidores evitaram fazer grandes apostas em índices acionários visto que o comitê de política do Federal Reserve dos Estados Unidos se reunia para decidir sobre uma esperada redução do seu programa de estímulo, que ajudaram as ações europeias a terem rali de 30 por cento neste ano.

As ações do setor automotivo tiveram as maiores quedas, com o subíndice do setor caindo 1,4 por cento, depois de dados que mostraram que as vendas de carros europeus caíram 4,9 por cento no mês passado. Isso impulsionou o embolso de lucros após rali de 21 por cento no setor desde julho à luz de dados econômicos europeus melhores.

"A recuperação será um tanto lenta e um pouco irregular", disse Mark Hargraves, que gerencia 4 bilhões de euros para a AXA Framlington. "Acho que (as ações do setor automotivo) vão subir mas ficarão vulneráveis ao fluxo de notícias".

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,8 por cento, a 6.570 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,19 por cento, para 8.596 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve baixa de 0,16 por cento, a 4.145 pontos.   Continuação...