Química alemã Lanxess fará cortes de custos de US$ 133 mi ao ano

terça-feira, 17 de setembro de 2013 18:09 BRT
 

FRANKFURT, 17 Set (Reuters) - A alemã Lanxess, maior fabricante mundial de borracha sintética para pneus, disse nesta terça-feira que pretende cortar custos em 100 milhões de euros, ou 133 milhões de dólares, por ano a partir de 2015 para compensar a fraca demanda da indústria automotiva.

Como parte do programa de reestruturação, o grupo planeja cortar cerca de mil empregos e vender ativos não estratégicos por cerca de 500 milhões de euros em vendas anuais, informou em comunicado.

"São principalmente as atividades ligadas à borracha sintética que estão sofrendo fraqueza temporária na demanda, crescente competição no mercado e preços voláteis de matéria-prima", disse.

A Lanxess divulgou no mês passado uma queda maior do que o esperado nos lucros, ocorrida em um momento em que o mercado de carros não deu sinais de recuperação e o crescimento na China desacelerou.

Os cortes de emprego resultarão de um programa de demissão voluntária, que inclui pacotes de aposentaria precoce e pagamento de indenizações. A expectativa é acumular cobranças de 150 milhões de euros neste ano e no próximo com o programa de reestruturação.

(Por Ludwig Burger)