IGP-M acelera alta para 1,36% na 2ª prévia de setembro por atacado

quarta-feira, 18 de setembro de 2013 08:46 BRT
 

SÃO PAULO, 18 Set (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 1,36 por cento na segunda prévia de setembro, ante elevação de 0,11 por cento no mesmo período de agosto, com forte aceleração da alta dos preços no atacado, no que pode ser, pelo menos em parte, resultado da alta do dólar nos últimos meses.

O indicador divulgado nesta quarta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV) também mostrou aceleração da alta em relação à primeira prévia de setembro, quando avançou 1,02 por cento.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, teve alta de 1,93 por cento na segunda prévia de setembro, ante avanço de 0,10 por cento em igual período de agosto.

Já o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30 por cento no índice geral, acelerou a alta para 0,23 por cento, contra variação positiva de 0,07 por cento vista anteriormente.

Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que responde por 10 por cento do IGP, registrou avanço de 0,30 por cento, acelerando ante alta de 0,26 por cento na segunda apuração de agosto.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel.

A segunda prévia do IGP-M, que calcula as variações de preços no período de entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência, deu continuidade à tendência de alta nos preços no atacado que já havia sido vista na primeira apuração.

Em meio à expectativa de pressão inflacionária proveniente da valorização recente do dólar em relação ao real, o mercado aguarda na sexta-feira a divulgação dos dados de setembro do IPCA-15.

(Por Camila Moreira; Edição de Alexandre Caverni)