Fedex tem lucro trimestral maior por corte de custos

quarta-feira, 18 de setembro de 2013 13:22 BRT
 

CHICAGO, Estados Unidos, 18 Set (Reuters) - A companhia de despacho de encomendas Fedex divulgou nesta quarta-feira resultado trimestral melhor que o esperado, apoiada em corte de custos, e afirmou que vai aumentar tarifas em 2014 para pacotes expressos.

A companhia, considerada um termômetro da economia por causa do grande volume de encomendas que movimenta ao redor do mundo, teve lucro de 489 milhões de dólares, ou 1,53 dólar por ação, no primeiro trimestre fiscal encerrado em 31 de agosto. Um ano antes o lucro havia sido de 459 milhões de dólares, ou 1,45 dólar por papel.

A receita no período cresceu 2 por cento, para 11 bilhões de dólares, e a empresa confirmou sua expectativa de resultado para o ano, o que impulsionava suas ações.

A FedEx também informou que as tarifas de envio expresso vão subir em média 3,9 por cento para serviços domésticos (nos Estados Unidos) e internacionais, a partir de 6 de janeiro. Aumentos de tarifas para serviços de entrega terrestre também serão anunciados mais tarde neste ano, informou a empresa.

A companhia afirmou que aposentou aviões mais antigos e menos eficientes no consumo de combustível e informou que a modernização de sua frota reduziu custos de manutenção no primeiro trimestre fiscal.

A receita na unidade de entregas expressas caiu, mas as margens operacionais cresceram 3,6 por cento ante 3,1 por cento um ano antes.

A receita do segmento de entregas terrestres, de menor margem, subiu 11 por cento. As margens, porém, recuaram de 18,1 para 17,1 por cento.

(Por Nivedita Bhattacharjee)