Venda de ativos do Deutsche Bank caminha bem, diz CFO

quarta-feira, 18 de setembro de 2013 17:28 BRT
 

FRANKFURT, 18 Set (Reuters) - O Deutsche Bank está progredindo nos seus esforços para cortar 250 bilhões de euros (334 bilhão de dólares) em ativos, enquanto se ajusta a regras bancárias mais rigorosas, disse o diretor financeiro Stefan Krause, nesta quarta-feira.

"Nós vamos ser capazes de relatar um bom progresso no terceiro trimestre", disse Krause a jornalistas à margem de uma conferência de negócios, acrescentando que os primeiros estágios mais fáceis do plano de venda de ativos não tinham prejudicado até agora os ganhos no maior banco da Alemanha .

Os bancos estão sob pressão na Grã-Bretanha, Estados Unidos e Suíça para diminuir investimentos arriscados e cumprir mais cedo com novas regras implantadas em reação à crise financeira, em particular o índice de alavancagem, ou limites sobre o tamanho do capital registrado em balanço.

O Deutsche revelou seu alvo de redução de ativos em julho, dizendo que poderia podar 250 bilhões de euros - o equivalente a 16 por cento dos seus ativos totais - sem prejudicar o lucro.

A unidade que não é considerada negócio principal do banco tem sozinha cerca de 80 a 90 bilhões de euros em ativos que estão à venda, disse Krause.

Reduzir o grande livro de derivativos do Deutsche, particularmente o seu negócio de derivativos com outros bancos, ofereceu a primeira oportunidade para cortar ativos, disse ele.

(Reportagem de Jonathan Gould)