Venda de trigo dos EUA tem máxima de 23 anos; compras do Brasil ajudam

quinta-feira, 19 de setembro de 2013 16:46 BRT
 

19 Set (Reuters) - Os exportadores norte-americanos carregaram e enviaram mais trigo na semana passada para compradores globais do que em qualquer outro momento nos últimos 23 anos, com a maior parte dos grãos sendo enviada à China, disse o Departamento de Agricultura dos EUA nesta quinta-feira.

Os exportadores enviaram 1,204 milhão de toneladas de trigo dos EUA na semana terminada em 12 de setembro, incluindo 406.700 toneladas de trigo soft vermelho de inverno e trigo branco para a China, além de 186.400 toneladas de trigo duro vermelho de inverno para o Brasil, mostraram os dados do USDA, que remontam a 1990.

As necessidades de importação de ambos os países aumentaram neste ano, depois que um clima desfavorável danificou suas lavouras domésticas. As necessidades brasileiras foram intensificadas por conta dos danos climáticos às safras da Argentina, seu maior fornecedor.

Os envios acelerados, no entanto, eram esperados e não devem persistir, uma vez que os outros fornecedores globais devem ser capazes de atender a maior participação da demanda nos próximos meses.

"É sobretudo Brasil e China, e sabemos que uma vez que esses países concluírem suas demandas, não haverá muito a seguir", disse Dan Basse, presidente da AgResource Co.

"Os chineses precisavam do trigo para misturar, pois sua colheita foi de menor qualidade e registrou alguma perda. Eles estão mostrando um pouco mais de interesse agora no mercado australiano, que é onde eles deveriam estar."

O Brasil já comprou mais trigo dos EUA nesta temporada do que em qualquer ano desde meados de 1980, e os moinhos continuam a realizar consultas de preços quase diárias, disseram operadores norte-americanos. As últimas compras foram para envio em outubro, acrescentaram.

Mas o trigo da próxima colheita Argentina deve entrar no mercado até o final deste ano, portanto os envios norte-americanos para o país devem recuar.

As vendas de exportação de trigo dos EUA, até o momento no atual ano-comercial, que começou em 1 de junho, totalizaram mais de 17 milhões de toneladas, alta de 38 por cento ante o mesmo período no ano passado. O USDA atualmente prevê um total de exportação de trigo de 29,94 milhões de toneladas, uma alta de 9,2 por cento na comparação ano a ano.

(Reportagem de Karl Plume)