Futuro da Tel Italia está indefinido após conversas de acionistas

quinta-feira, 19 de setembro de 2013 18:28 BRT
 

Por Danilo Masoni e Stefano Rebaudo

MILÃO, 19 Set (Reuters) - O presidente do Conselho de Administração da Telecom Italia, Franco Bernabe, e os principais acionistas da empresa falharam na tentativa de chegar a um acordo, durante conversas de emergência realizadas nesta quinta-feira, sobre como reestruturar o endividado grupo de telecomunicações.

Barnabe, na liderança da Telecom Italia desde 2008, quer que investidores se comprometam com um plano de investimentos de cerca de 3 bilhões de euros, destinado a reverter anos de crescimento fraco e afastar um rebaixamento de rating de crédito, disseram fontes com conhecimento do assunto.

Mas investidores importantes não querem colocar mais dinheiro no investimento que resultou em perdas, com alguns explorando a opção de vender suas ações para o investidor Telefónica antes da reunião do Conselho de 3 de outubro, disseram as fontes.

"A situação ainda está em fluxo e nenhuma decisão ainda foi tomada sobre a estrutura de acionistas", disse uma das fontes. "A reunião de 3 de outubro será decisiva".

A Telecom Italia não fez nenhum comentário sobre as negociações, que foram marcadas de surpresa na sede da empresa em Milão depois que uma reunião planejada do Conselho foi cancelada mais cedo.

Os diretores também foram pouco claros sobre a reunião, que contou com a presença, entre outros, do membro do Conselho e presidente-executivo da Telefónica, Cesar Alierta.

Tarak Ben Ammar, outro diretor, tentou aliviar a tensão dizendo que a reunião sobre a crise foi "um almoço entre amigos".

Enquanto Bernabe quer um aumento de capital para financiar o investimento, os investidores principais parecem preferir alienações, disseram as fontes à Reuters.   Continuação...