September 20, 2013 / 2:36 PM / 4 years ago

IPCA-15 acelera alta a 0,27% em setembro mas em 12 meses vai abaixo de 6%

4 Min, DE LEITURA

Por Camila Moreira

SÃO PAULO, 20 Set (Reuters) - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) acelerou a alta em setembro para 0,27 por cento, com os preços de Transportes voltando a terreno positivo, mas em 12 meses a inflação ficou abaixo de 6 por cento pela primeira vez neste ano.

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, o IPCA-15, prévia da inflação oficial, acumulou alta de 5,93 por cento em 12 meses até setembro, abaixo dos 6,15 por cento até agosto, quando o índice subiu 0,16 por cento. A meta do governo é de 4,5 por cento, com tolerância de 2 pontos percentuais.

Os resultados ficaram em linha com as expectativas em pesquisa da Reuters, cujas medianas das projeções indicavam uma alta mensal de 0,28 por cento e de 5,94 por cento no acumulado em 12 meses.

Segundo o IBGE, o principal responsável pelo resultado de setembro foi o grupo Transportes, que apresentou alta de 0,30 por cento após recuo de 0,30 por cento no mês anterior, com impacto de 0,06 ponto percentual.

A alta dos preços nesse grupo deveu-se ao fim da queda das tarifas dos ônibus urbanos, que ficaram estáveis em setembro após recuos de 1,02 por cento em julho e de 1,69 por cento em agosto.

Isso somou-se à alta de 16,08 por cento das passagens aéreas --maior impacto individual no índice do mês com 0,07 ponto percentual-- e compensou os recuos de 1,31 por cento no etanol e de 0,26 por cento na gasolina.

Entre os grupos, Habitação, que desacelerou a alta a 0,53 por cento, teve o maior impacto --0,08 ponto percentual.

Além disso, Vestuário, com alta de 0,37 por cento e Alimentação e Bebidas, com variação positiva de 0,04 por cento, deixaram de apresentar queda neste mês.

"(O número) em 12 meses é muito em função da alimentação, que tem acelerado menos do que se esperava anteriormente. Abre espaço para um reajuste dos preços dos combustíveis", avaliou o economista da Quest Investimentos André Muller.

O mercado vem trabalhando com a expectativa de reajustes nos preços dos combustíveis, diante da valorização do dólar contra o real, que agrava a situação financeira da Petrobras.

O resultado do IPCA-15 também mostrou leve aceleração em relação ao IPCA de agosto, quando foi registrada alta de 0,24 por cento na base mensal. Mas no acumulado em 12 meses a desaceleração se repetiu, após atingir 6,09 por cento.

dólar

Com a aceleração mensal, o resultado do IPCA-15 mostra que a inflação segue sob pressão, ainda que pese o alívio na taxa de 12 meses. E a valorização recente do dólar, que já impactou os preços ao consumidor em agosto, continua sendo fonte de preocupação.

Os Índices Gerais de Preços da Fundação Getulio Vargas mostraram sinais neste mês de pressão inflacionária no atacado por conta da moeda norte-americana e o repasse ao varejo pode se intensificar à frente.

"A inércia da inflação de serviços continua sendo uma fonte de preocupação e a recente depreciação do real deve ampliar a pressão sobre os preços dos bens comercializáveis no curto prazo", escreveu em nota o diretor de pesquisa econômica do Goldman Sachs para América Latina, Alberto Ramos.

"No geral, o banco central ainda está longe de reancorar com credibilidade a inflação atual e esperada para a meta de 4,5 por cento", completou.

Com a inflação alta afetando a confiança de consumidores e empresários, o Banco Central voltou a apertar a política monetária, tendo já elevado a Selic a 9,0 por cento ao ano. E a mediana das projeções de economistas na pesquisa Focus do BC aponta expectativa de que a taxa básica de juros encerre o ano a 9,75 por cento.

Reportagem adicional de Silvio Cascione; Edição de Alexandre Caverni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below