GM recomprará ações preferenciais de fundo de trabalhadores por U$3,2 bi

segunda-feira, 23 de setembro de 2013 13:12 BRT
 

DETROIT, 23 Set (Reuters) - A General Motors disse nesta segunda-feira que vai recomprar quase a metade de suas ações preferenciais mantidas pelo fundo assistência de saúde da United Auto Workers por cerca de 3,2 bilhões de dólares.

Para financiar a compra de 120 milhões de ações preferenciais do fundo UAW Retiree Medical Benefits em 27 dólares por ação, a companhia pode levantar recursos com uma emissão de dívida.

A GM não especificou quanto poderia levantar com a captação, mas disse que seriam notas sênior não garantidas de 5, 10 e 30 anos.

A empresa disse que taxas de juro da dívida podem ficar bem do dividendo das ações de 9 por cento, que resulta em um pagamento anual de 620 milhões de dólares. Isso significa que a GM está, essencialmente, refinanciando alguma de suas dívidas, substituindo as ações preferenciais por débito de custo mais baixo.

O fundo UAW, que gerencia o seguro de saúde dos operários aposentados da montadora, recebeu as ações preferenciais na reestruturação e falência da montadora, em 2009.

"A administração da empresa está preferindo levantar capital para financiar a transação, dado o custo menor de financiamento devido ao ambiente de taxas de juros baixas", disse o analista da Buckingham Research Joseph Amaturo em nota.

(Reportagem de Ben Klayman)