23 de Setembro de 2013 / às 21:00 / em 4 anos

Telefónica está perto de acordo sobre Telecom Italia, diz fonte

MILÃO/ROMA, 23 Set (Reuters) - Os principais acionistas italianos da Telecom Italia estão em negociação para vender suas participações na empresa para a espanhola Telefónica, e devem finalizar o acordo na manhã de terça-feira, afirmou nesta segunda-feira uma fonte próxima ao tema.

Os principais acionistas da Telecom Italia, reunidos em uma holding denominada Telco que tem 22,4 por cento da empresa de telefonia italiana, precisam decidir até 28 de setembro se vão sair do acordo de acionistas.

A Telefónica é a maior acionista da Telco, com uma participação de 46 por cento na holding. Os demais investidores na Telco --os bancos italianos Mediobanca e Intesa Sanpaolo, e a seguradora Generali-- sinalizaram em diferentes níveis que pretendem vender sua participação na holding.

“As conversas na Telco entre a Telefónica e os acionistas italianos estão em fase final”, afirmou a fonte, acrescentando que os acionistas trabalharão durante a noite inteira para finalizar o acordo que deverá ser anunciado na terça-feira.

As notícias sobre o negócio são esperadas para a manhã de terça-feira, confirmaram duas outras fontes.

Em Roma, uma autoridade do governo afirmou que o governo não faria oposição a uma tomada de controle da Telecom Italia por uma empresa estrangeira.

“Gostaríamos que as empresas permanecessem italianas, mas isso seria um sonho, o mundo real é feito de competição global”, disse nesta segunda-feira o vice-ministro italiano da Indústria, Antonio Catricala.

A Telefónica tem estudado diversas opções para comprar a fatia dos demais investidores na Telco sem aumentar demais sua dívida, afirmou na semana passada uma fonte próxima à situação.

Outra questão no curto prazo é o desejo do grupo espanhol de evitar problemas com órgãos antitruste no Brasil, onde compete com a empresa italiana.

A ampliação da presença da Telefónica na Telecom Italia teria implicações no Brasil, onde a primeira controla a Vivo e a segunda, a TIM Participações.

“A negociação é complexa, estamos esperando os passos finais (serem concluídos)”, disse a fonte próxima à Telco.

A Telecom Italia, que arrisca ter sua nota de crédito reduzida ao patamar especulativo nas próximas semanas, enfrenta dificuldades para crescer devido à sua dívida de 29 bilhões de euros e à profunda retração econômica do mercado italiano.

Investidores da Telco, que tomaram o controle da Telecom Italia em 2007, parecem estar dispostos a vender suas participações, já que não querem colocar mais dinheiro na empresa de telefonia.

Em 2007, os acionistas da Telco pagaram 2,8 euros por cada ação. Os papéis da companhia valem agora 0,59 euro.

Por Gianluca Semeraro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below