Volkswagen amplia esforços no sul da China com expansão de fábrica

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 12:08 BRT
 

FOSHAN, China, 25 Set (Reuters) - A Volkswagen planeja dobrar sua capacidade de produção em uma fábrica recém-inaugurada em Foshan, no sul da China, disse o presidente-executivo para a China nesta quarta-feira, à medida que a principal montadora da Europa amplia esforços visando uma fatia maior do mercado que é dominado por rivais japonesas.

A Volkswagen inaugurou oficialmente sua fábrica na cidade de Foshan, na província de Guangdong, que ela opera em parceria com a estatal FAW Group Corp. A unidade, capaz de produzir 300 mil veículos por ano, começou recentemente a fabricar o VW Golf redesenhado. A decisão da Volkswagen de expandir a fábrica confirma uma notícia publicada há um ano pela Reuters.

A expansão planejada da produção em Foshan parte de um acordo assinado em maio pelas duas companhias, que tem como objetivo aumentar a capacidade da fábrica para 600 mil veículos por ano com um investimento de 15,3 bilhões de iuanes (2,5 bilhões de dólares).

A Volkswagen tem aprofundado sua presença na região desde o lançamento em 2009 da estratégia "Go South", através da qual a montadora também tem aumentado o número de concessionárias na região. Seus esforços tiveram como foco a província de Guangdong, onde a influência das montadoras japonesas é mais forte que no resto da China.

Em um sinal de que os esforços da Volkswagen estão dando certo, sua participação de mercado no sul da China subiu para 13,6 por cento no primeiro semestre deste ano, ante 11,9 por cento um ano antes, de acordo com a empresa de consultoria LMC Automotive, num levantamento que exclui as vendas de veículos Audi, Skoda, Lamborghini e Bentley, que também pertencem à empresa.

Já as marcas japonesas, incluindo a Toyota, a Honda e a Nissan, viram sua participação combinada cair no mesmo período para 23,9 por cento, sobre 29,8 por cento no mesmo período do ano passado.

(Por Samuel Shen e Norihiko Shirouzu)