AmEx negocia parte de unidade de viagens executivas por US$1 bi

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 13:34 BRT
 

(Reuters) - A American Express, afetada por orçamentos de viagens corporativas mais apertados, disse que estava negociando a venda de metade de sua unidade de viagens executivas por até 1 bilhão de dólares a um grupo de investidores liderados pelo Certares International Bank.

A American Express tem mais de um quarto de seus negócios nos Estados Unidos atrelados a grandes corporativos, que têm cortado custos para proteger margens de lucro. As receitas na unidade de viagens corporativas da AmEx caíram 2 por cento, para 4,95 bilhões de dólares, no trimestre terminado em 30 de junho.

O Certares tem como presidente-executivo Greg O'Hara, ex-diretor de investimento do grupo de investimentos especiais do JPMorgan Chase. Ele também é co-presidente do Travel Leaders Group, a maior agência de viagens dos Estados Unidos, e serviu como diretor em diversas empresas de viagens.

"O Certares parece ter uma equipe de pessoas com muita experiência no setor de viagens", disse o analista Sameer Gokhale, da Janney Capital Markets. Ele disse também que o investimento do Certare na divisão com baixa margem permitirá que a AmEx invista em negócios mais rentáveis.

O Certares pagará entre 700 milhões e 1 bilhão de dólares por sua participação no negócio, segundo a AmEx. As operações com viagens de consumidores não fazem parte do acordo. Ainda segundo a AmEx, a transação deverá ser concluída no segundo trimestre de 2014.