Vale e Fortescue veem preços sustentados do minério de ferro

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 14:49 BRT
 

QINDGDAO, China, 25 Set (Reuters) - Os preços do minério de ferro no mundo devem ser negociados em uma faixa somente um pouco abaixo dos níveis atuais no quarto trimestre, refletindo um otimismo de que a demanda chinesa continue firme, disseram executivos das mineradoras Vale e Fortescue.

José Carlos Martins, diretor-executivo de Ferrosos e Estratégia da Vale, disse que o crescimento da demanda na China, o país que mais consome minério de ferro no mundo, deve ficar mais moderado no ano que vem, mas acrescentou que não via grandes quedas.

Falando no intervalo de uma conferência da indústria, ele disse que a recuperação nos Estados Unidos e na Europa criaria uma "conjuntura melhor para consumo de minério de ferro fora da China" e previu preços em cerca de 120 a 130 dólares por tonelada no quarto trimestre deste ano.

Martins disse na conferência que os planos de expansão da companhia permanecem inalterados, com a Vale planejando aumentar a capacidade de produção anual de minério de ferro para 480 milhões de toneladas até 2018, dos 306 milhões de toneladas neste ano.

Os produtores de minério de ferro continuam dependentes da China, país que importa cerca de dois terços dos fornecimentos marítimos, mas segundo autoridades chinesas, um crescimento mais lento da demanda e um excesso de oferta subsequente devem pressionar os preços e causar uma queda pelos próximos anos.

Segundo Liu Xiaoliang, secretário-geral da Associação dos Metalúrgicos de Minas da China, o aumento no fornecimento deve baixar os preços para cerca de 100 dólares por tonelada em 2015, apesar de que isso, por sua vez pressionaria os produtores nacionais de alto custo para fora do mercado.

Os preços referência do minério de ferro recuaram em quase um terço ante um recorde de quase 200 dólares por tonelada em 2011, refletindo uma desaceleração na China, após anos de grande crescimento econômico.

Enquanto a China tem reduzidos as perspectivas de crescimento em seu inchado setor de aço, mineradoras estrangeiras de minério de ferro dizem que a demanda na China continua forte o suficiente.

Para o diretor-executivo da mineradora australiana Fortescue Metals Group, Neville Power, quarta maior fornecedora de minério de ferro do mundo, a demanda chinesa permanece resistente.

"Nós vemos uma contínua estabilidade nos preços do minério de ferro, uma vez que a demanda por aço ainda está forte e não há muitos estoques na cadeia de fornecimento, então os preços devem ficar entre 110 e 130 dólares (por tonelada) no médio prazo", disse Power a repórteres.

(Por Ruby Lian e David Stanway)