Rússia suspende importações de carne de 2 unidades da Minerva

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 15:08 BRT
 

SÃO PAULO, 25 Set (Reuters) - A empresa de alimentos Minerva informou nesta quarta-feira que duas de suas unidades tiveram suspensas as exportações de carne para a Rússia, em caráter temporário, junto com unidades de outras empresas brasileiras.

As unidades do Minerva suspensas estão situadas em Araguaína (TO) e Barretos (SP), disse a empresa, que seguirá exportando para a Rússia por meio de outros de seus frigoríficos.

"Adicionalmente, informamos que outras unidades da companhia no Brasil, Paraguai e Uruguai continuam habilitadas para exportar para a Rússia. Deste modo, adequamos as demandas russas para estas unidades, a fim de anular o efeito desta suspensão", disse a empresa em nota ao mercado.

Às 13h40, as ações da empresa operavam em queda de 1,82 por cento, a 9,69 reais, enquanto o Ibovespa caía 0,26 por cento.

A Rússia, principal mercado para as carnes do Brasil, anunciou nesta quarta-feira que suspenderá temporariamente as compras de cortes bovinos e suínos de dez fornecedores brasileiros, mas o serviço veterinário não citou os nomes das empresas.

Essa não é a primeira vez que os russos colocam restrições à carne brasileira, suspensões essas que costumam ser amenizadas pelas empresas por meio de exportações do produto de unidades liberadas, conforme anunciou o Minerva.

Em agosto, a Rússia liderou o ranking dos importadores de carne bovina do Brasil.

Os russos também aparecem entre os maiores importadores da carne suína brasileira.

(Por Gustavo Bonato e Roberto Samora)