Japonesa Lixil compra empresa de louças e metais Grohe por US$4 bi

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 10:01 BRT
 

TÓQUIO/FRANKFURT (Reuters) - A Grohe, maior empresa de louças e metais da Alemanha, foi comprada pelo grupo japonês de artigos para construção Lixil em um negócio de 3,06 bilhões de euros (4,13 bilhões de dólares), marcando o maior investimento já feito pelo Japão na maior economia da Europa.

A aquisição alavancada, com financiamento do TPG Capital e do braço de private equity do Credit Suisse, mostra o renovado apetite de empresas japonesas por negócios fora do seu mercado doméstico.

A Suntory, segunda maior fabricante de bebidas do Japão, fez acordo recentemente para comprar as marcas Lucozade e Ribena, da GlaxoSmithKline, por 1,35 bilhão de libras. Em 2011, a cervejaria Kirin comprou a brasileira Schincariol.

O Lixil Group formou uma joint venture com o Banco de Desenvolvimento do Japão, com participação de 50 por cento cada, para comprar o controle da Grohe , criando um grupo global com mais de 4 bilhões de euros em vendas anuais.

A Grohe dará à Lixil a ampla presença na Europa que a empresa buscava, afirmou o presidente-executivo, Yoshiaki Fujimori, à Reuters nesta quinta-feira, acrescentando que a companhia provavelmente vai se abster de novas grandes aquisições para dar foco ao processo de integração.

A Lixil, formada por fusões entre várias empresas japonesas de material para construção, comprou a italiana Permasteelisa em 2011 e a norte-americana American Standard em agosto, por 542 milhões de dólares.