Petróleo deve recuar em 2014 com menor tensão geopolítica--pesquisa

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 14:20 BRT
 

26 Set (Reuters) - Um arrefecimento de tensões geopolíticas, uma melhora da oferta de petróleo e um crescimento morno da demanda devem pressionar os preços da commodity no próximo ano, mostrou uma pesquisa da Reuters.

Os 32 analistas consultados pela pesquisa de setembro estimaram o Brent na média de 107,70 dólares por barril neste ano.

A commodity deve recuar para 105,10 em 2014 e 102,50 em 2015.

"Durante o próximo ano o fornecimento do petróleo deve melhorar significativamente, com a diminuição das manutenções na Rússia e nos campos de petróleo do Mar do Norte, a oferta dos EUA deve continuar a crescer e a turbulência no Oriente Médio diminuir", disse o analista da GAIN Capital, Chris Tevere.

"Assim, pode ser o lado da oferta em 2014 que por fim se provará o fator de redução do petróleo."

O Brent atingiu a máxima de mais de 117 dólares por barril em agosto por temores de que a guerra na Síria se alastrasse e prejudicasse o fornecimento de petróleo do Oriente Médio, mas tal preocupação arrefeceu lentamente desde então, com menores chances de uma intervenção militar dos EUA.

Sinais de uma possível reconciliação entre o Irã e o Ocidente também acalmaram os temores geopolíticos.

A maioria dos analistas disse que espera que a decisão do Banco Central dos EUA de realizar uma redução gradual das compras de títulos tenha um impacto muito limitado sobre os preços do petróleo.

O petróleo norte-americano deve ficar na média de 98,70 dólares por barril neste ano, 98,90 dólares no próximo ano e 97 dólares em 2015, mostrou a pesquisa.

(Reportagem de Arpan Varghese)