FMI pede o fim das batalhas orçamentárias nos Estados Unidos

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 14:32 BRT
 

WASHINGTON, 26 Set (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) pediu nesta quinta-feira que os Estados Unidos resolvam rapidamente os debates no Congresso sobre a paralisação do governo e o aumento do limite da dívida do país.

"Isso é importante para a continuação da recuperação dos Estados Unidos, e além disso, da economia global", afirmou o porta-voz do FMI, Gerry Rice, a repórteres.

O Senado, de maioria democrata, está caminhando para votar no sábado uma legislação para evitar a paralisação das agências do governo. Mas a Câmara dos Deputados, dominada pelos republicanos, estava preparada para disputas duras, com os republicanos tentando usar esses projetos para esvaziar a lei de saúde do presidente Barack Obama.

O fracasso em aumentar o limite da dívida antes de o governo ficar sem dinheiro pode forçar os Estados Unidos a dar calote em seus credores. Rice disse que o FMI não tinha cálculos para demonstrar como o fracasso dos Estados Unidos em aprovar os projetos pode impactar a economia global.

(Reportagem de Anna Yukhananov)