Agitação política na Itália limita ações europeias

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 16:46 BRT
 

LONDRES, 26 Set (Reuters) - A incerteza política na Itália afetou a bolsa de Milão nesta quinta-feira e limitou os índices acionários europeus, embora a maioria dos investidores considere qualquer queda como de vida curta.

O índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50, que atingiu máxima de dois anos de 2.955 pontos neste mês, caiu 0,2 por cento, para 2.922 pontos.

o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,1 por cento, a 1.257 pontos, embora tenha ficado abaixo de máxima em cinco anos de 1.274 pontos alcançada mais cedo neste mês e da máxima intradia de 1.260 pontos.

O índice de Milão Ftse/Mib caiu 1,2 por cento, tornando-se o mercado regional com o pior desempenho, já que a bolsa italiana foi afetada por novas preocupações acerca do futuro da frágil coalizão do governo em Roma.

Os deputados de centro-direita que apoiam o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi retomaram as ameaças de renunciar caso o líder deles seja expulso do Parlamento, após ser condenado por fraude fiscal.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,21 por cento, a 6.565 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX teve oscilação negativa de 0,02 por cento, para 8.664 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve baixa de 0,21 por cento, a 4.186 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib perdeu 1,2 por cento, para 17.872 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 0,32 por cento, a 9.272 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve variação negativa de 0,01 por cento, para 6.039 pontos.