ENTREVISTA-Avianca prevê aumentar em 30% o número de assentos em 2014

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 20:43 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA, 26 Set (Reuters) - A Avianca Brasil pretende aumentar em 30 por cento sua oferta de assentos em 2014 em relação a este ano, disse nesta quinta-feira à Reuters o vice-presidente Comercial e de Marketing da empresa, Tarcísio Gargioni.

Segundo o executivo, o aumento do número de assentos virá da substituição de aviões Fokker 100, com capacidade para 100 passageiros, para aviões com capacidades até 60 por cento maiores, da Airbus.

Segundo o executivo, o crescimento é sustentável, pois a companhia segue com elevado índice de ocupação dos assentos. "Temos o maior índice de ocupação da indústria, uma média acima de 81 por cento", disse.

Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Avianca foi o destaque positivo do setor em julho, com crescimento de 47,24 por cento na demanda por assentos, num mês em que o setor como um todo teve queda de 1,71 por cento ante igual período de 2012.

O movimento de expansão da Avianca ocorre em um cenário em que as líderes do mercado doméstico, a TAM, da Latam, e a Gol, estão reduzindo as ofertas de voos.

Gargioni disse que no ano que vem a Avianca desativará todos os Fokker 100 de sua frota doméstica no Brasil, que estão sendo trocados por modelos maiores da Airbus, como o A318 e o A320.

Atualmente a empresa possui 12 Fokker 100 e deve desativar quatro deles até dezembro, enquanto sete Airbus serão incorporados à frota, dos quais quatro já foram recebidos.

Assim, a perspectiva é que a Avianca Brasil tenha no fim de 2013 uma frota de 27 aviões da Airbus.

A ideia é, em 2014, desativar os 8 Fokker restantes. "A gente planeja desativar todos os Fokker, mas não definimos quantos Airbus vamos trazer", disse.

Segundo o executivo da Avianca, a substituição das aeronaves e a expansão da oferta de assentos estão dentro do pacote de 2,7 bilhões de reais em investimentos previstos pela companhia para o período 2010-15.