Obama diz não estar resignado com possível paralisação do governo

segunda-feira, 30 de setembro de 2013 20:49 BRT
 

WASHINGTON, 30 Set (Reuters) - O presidente norte-americano, Barack Obama, disse nesta segunda-feira não estar resignado com a paralisação do governo diante do prazo de meia-noite desta segunda-feira e afirmou que vai conversar com líderes parlamentares mais tarde.

Durante pronunciamento na Casa Branca com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, Obama disse apoiar projeto do Senado que permitiria financiamento de curto prazo do governo sem cortar recursos da lei de saúde pública, que republicanos querem estrangular.

Obama disse que planeja conversar com líderes parlamentares ainda nesta segunda-feira, na terça-feira e na quarta-feira.

"Não estou nem um pouco resignado" com uma paralisação, disse ele.

Obama disse que todos os envolvidos precisam sentar e discutir de boa fé sem a ameaça de default porque o dólar é a moeda de reserva do mundo e "não vamos bagunçar isso".

(Reportagem de Jeff Mason)