Paraná autoriza R$175,7 mi para obras no porto de Paranaguá

segunda-feira, 30 de setembro de 2013 19:34 BRT
 

SÃO PAULO, 30 Set (Reuters) - O governo do Paraná autorizou nesta segunda-feira o início de obras no porto de Paranaguá, avaliadas em 175,7 milhões de reais, com o objetivo de acelerar os embarques e desembarques em um dos principais pontos de exportação de produtos agropecuários do Brasil.

Os investimentos incluem uma nova campanha de dragagem, aquisição de novos carregadores de navios e obras de recuperação das vias de acesso ao porto, segundo contratos assinados pelo governador Beto Richa.

"São investimentos consistentes... para modernizar e garantir mais agilidade e eficiência ao terminal", afirmou o governador, segundo nota.

A maior parte do investimento, ou 115 milhões de reais, será destinada para a realização da dragagem de manutenção.

As obras compreendem dragagem de manutenção dos portos de Paranaguá e Antonina: canais de acesso, bacia de evolução e berços de atracação. A obra será realizada ao longo de um ano e estima-se que sejam retirados cerca de sete milhões de metros cúbicos de sedimentos, segundo o governo.

Atualmente, navios grandes não podem sair totalmente carregados porque o calado do porto é baixo, o que colabora para a formação de filas nos períodos de maior movimento de mercadorias.

O governador também assinou o contrato para substituição de quatro carregadores de navios ("shiploaders"), com investimentos de 59 milhões de reais.

Os novos equipamentos vão proporcionar um ganho na produtividade de carregamento do Corredor de Exportação na ordem de 33 por cento.

As substituições dos carregadores serão feitas de maneira gradativa, obedecendo a um cronograma que evitará a paralisação das operações. O prazo total para a instalação dos quatro equipamentos é de 22 meses.

Também foi assinado um acordo de cooperação entre a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) e o município de Paranaguá para obras em vias de acesso ao porto.

(Por Roberto Samora)