Senado dos EUA vai enterrar projeto da Câmara sobre financiamento nesta 3ª, diz senador

terça-feira, 1 de outubro de 2013 10:54 BRT
 

WASHINGTON, 1 Out (Reuters) - Com a paralisação do governo em curso, o Senado dos EUA interrompeu os trabalhos até 9h30 (10h30 no horário de Brasília) desta terça-feira, quando os democratas da Casa vão rejeitar formalmente o último projeto da Câmara dos Deputados para o financiamento do governo.

O líder da maioria no Senado, o democrata Harry Reid, anunciou a paralisação, à medida que o Congresso não tem um plano claro para lidar com a primeira paralisação federal em 17 anos, ocorrida devido à incapacidade dos parlamentares para chegar a um acordo sobre o orçamento para o ano fiscal que começou nesta terça-feira.

Depois que a Câmara dos Deputados, controlada pelos republicanos, propôs na noite de segunda-feira formar um painel para negociar um acordo que autorize o financiamento de emergência do governo e evitar a paralisação, Reid disse que os democratas do Senado não negociariam "com uma arma na cabeça".

Em vez disso, Reid pediu que os republicanos aprovassem um projeto que já passou pelo Senado que manteria o financiamento do governo até 15 de novembro.

(Reportagem de Richard Cowan)

 
Líder da maioria no Senado dos EUA, Harry Reid, fala durante coletiva de imprensa no Congresso dos EUA, em Washington. Com a paralisação do governo em curso, o Senado dos EUA interrompeu os trabalhos até terça-feira, quando os democratas da Casa vão rejeitar formalmente o último projeto da Câmara dos Deputados para o financiamento do governo. Reid anunciou a paralisação. 30/09/2013. REUTERS/Jonathan Ernst