Unica reduz estimativa de safra de cana do CS para 587 mi t

terça-feira, 1 de outubro de 2013 13:01 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Out (Reuters) - A safra de cana do centro-sul do Brasil em 2013/14 será de 587 milhões de toneladas, estimou a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) nesta terça-feira, em uma pequena redução ante a projeção de abril, de 589,6 milhões de toneladas, em função do impacto do clima sobre os canaviais.

A projeção representa um aumento de 10,2 por cento ante a cana processada na safra passada, que atingiu 532,76 milhões de toneladas.

A associação ainda previu uma queda no volume total de produtos para a safra 2013/14 em comparação com sua projeção inicial, por conta de expectativas de uma queda no teor de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana.

A nova estimativa indica uma qualidade de matéria-prima de 134 kg de ATR por tonelada de cana, valor 2 por cento inferior ao projetado anteriormente, de 136,7 kg de ATR por tonelada.

"Essa redução no teor de açúcares se deve ao efeito da geada não prevista na primeira estimativa, ao avanço da colheita mecanizada e ao clima mais chuvoso em maio e junho deste ano", explicou a entidade em um comunicado.

Sobre a produção de açúcar, a nova projeção da Unica indica uma queda de 3,7 por cento ante a estimativa do início da temporada, para 34,2 milhões de toneladas.

Apesar da expectativa de redução, o volume de açúcar ainda ficaria 0,3 por cento superior ao volume registrado na safra 2012/13, de 34,1 milhões de toneladas.

Já a projeção revisada para a produção de etanol foi de 25,04 bilhões de litros, volume próximo ao estimado inicialmente pela Unica, de 25,37 bilhões de litros, mas 17,2 por cento acima do verificado na safra passada.

A região centro-sul responde por cerca de 90 por cento da produção de cana do Brasil.

(Reportagem de Reese Ewing e Laiz Souza)