Varejo pode crescer mais em 2013 do que no ano passado--IDV

terça-feira, 1 de outubro de 2013 14:06 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Out (Reuters) - O varejo brasileiro pode surpreender e encerrar o ano com crescimento superior ao de 2012, disse o presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), Flávio Rocha, nos bastidores de um evento nesta terça-feira.

O IDV estima que as vendas reais subam 7,5 por cento em 2013. Mas, segundo Rocha, também presidente da varejista de moda Riachuelo, da Guararapes, esse número pode até superar os 8,4 por cento de crescimento de 2012, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), caso o desempenho do setor surpreenda em dezembro.

"Dezembro do ano passado foi ruim", afirmou Rocha à Reuters, acrescentando que a permanência das variáveis que injetaram animo ao setor durante o terceiro trimestre devem continuar impulsionando as vendas.

Em agosto, lembrou, a massa salarial aumentou, o índice de confiança do consumidor subiu e o nível de desemprego caiu.

Segundo ele, o Índice Antecedente de Vendas do IDV estima alta de 7,5 por cento nas vendas de outubro e 7,4 por cento em novembro, na comparação com os mesmos meses de 2012.

Em julho, as vendas do varejo calculadas pelo IBGE surpreenderam o mercado com avanço de 6 por cento, próximo ao aumento esperado pelo IDV. No acumulado do primeiro semestre, o crescimento foi de 3 por cento. (Por Marcela Ayres; edição de Aluísio Alves)