Bovespa inicia outubro em alta e encerra sequência de 5 quedas

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 07:11 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 1 Out (Reuters) - O principal índice da Bovespa iniciou outubro no azul, pondo fim a uma sequência de cinco quedas, com investidores mostrando-se menos nervosos diante do entendimento de que a paralisação parcial do governo dos Estados Unidos deve ser temporária.

O Ibovespa subiu 1,61 por cento, a 53.179 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 5,58 bilhões de reais.

Apesar da falta de consenso entre republicanos e democratas para aprovar um plano orçamentário ter feito o governo dos Estados Unidos iniciar nesta terça-feira sua primeira paralisação em 17 anos, investidores encaravam o fato como temporário e as bolsas do país subiram, movimento seguido pela Bovespa.

"O mercado está lendo que isso não pode durar muito tempo, o Congresso não vai querer levar a culpa de abortar a recuperação da economia", afirmou o sócio da Órama Investimentos, Álvaro Bandeira.

O impasse era visto como um elemento que pode atrasar os planos do banco central norte-americano, o Federal Reserve, de iniciar a redução de seu programa de estímulos.

Por aqui, a petroleira OGX teve a maior alta do Ibovespa, apesar de ter informado nesta manhã que não fará o pagamento de juros remuneratórios no valor de cerca de 45 milhões de dólares decorrentes de bônus emitidos no exterior.

A decisão da empresa --que tem pouco dinheiro disponível e lida com um fracasso em sua campanha exploratória-- pode ser o primeiro passo do que pode vir a ser o maior calote da história por uma empresa latino-americana.

O papel da petroleira iniciou o dia em queda, mas após atingir o nível mínimo de 0,19 real, passou a subir.   Continuação...