Vale lidera recomendações de ações para outubro; BRF e Cosan se destacam

terça-feira, 1 de outubro de 2013 20:39 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 1 Out (Reuters) - A Vale foi líder em recomendações de carteiras para investimentos em ações brasileiras em setembro, após já ter se destacado no mês passado, diante de expectativas de resultados fortes no terceiro trimestre e à perspectiva de que o dólar pode voltar a ganhar força ante o real.

A mineradora foi incluída em oito de 10 carteiras obtidas pela Reuters, sendo que seis se referiam ao seu papel preferencial, a do BTG Pactual ao ordinário e a do Credit Suisse à ADR da companhia.

Em setembro, o fortalecimento da moeda brasileira e a queda dos preços do minério de ferro levaram o desempenho da ação preferencial da Vale --que tem a maior parte de suas vendas no mercado externo-- ficar abaixo da média do mercado, com avanço de 1,4 por cento frente a alta de 4,65 por cento do Ibovespa.

Contudo, especialistas acreditam que o cenário pode se reverter para a companhia em outubro.

O BTG citou em relatório que o real deve voltar a se enfraquecer contra a divisa norte-americana, na medida em que o debate sobre o fim da política de estímulos do banco central dos Estados Unidos volta à tona.

"Além disso, os preços do minério de ferro recuaram em setembro, reduzindo as chances de uma nova queda no curto prazo", afirmaram.

O Credit Suisse acrescentou ainda que, apesar da queda em setembro (de 4,58 por cento), o preço do minério de ferro continua acima de 130 dólares a tonelada, o que favorece a Vale.

A perspectiva de bons resultados para a empresa no terceiro trimestre era outro fator chave para a presença da ação nas carteiras de recomendações das corretoras.   Continuação...