CORREÇÃO(OFICIAL) Varejo pode crescer mais que o esperado no 2º semestre

terça-feira, 1 de outubro de 2013 19:12 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Out (Reuters) - O varejo brasileiro pode surpreender e ter crescimento superior na segunda metade deste ano, disse o presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), Flávio Rocha, nos bastidores de um evento nesta terça-feira.

O IDV estima que as vendas reais subam 7,5 por cento no segundo semestre de 2013, na comparação anual. Mas, segundo Rocha, esse número pode ser maior, caso o desempenho do setor surpreenda em dezembro.

"Dezembro do ano passado foi ruim", afirmou Rocha à Reuters, acrescentando que a permanência das variáveis que injetaram animo ao setor durante o terceiro trimestre devem continuar impulsionando as vendas.

Em agosto, lembrou, a massa salarial aumentou, o índice de confiança do consumidor subiu e o nível de desemprego caiu.

Segundo ele, o Índice Antecedente de Vendas do IDV estima alta de 7,5 por cento nas vendas de outubro e 7,4 por cento em novembro, na comparação com os mesmos meses de 2012.

Em julho, as vendas do varejo calculadas pelo IBGE surpreenderam o mercado com avanço de 6 por cento, próximo ao aumento esperado pelo IDV. No acumulado do primeiro semestre, o crescimento foi de 3 por cento.

(Por Marcela Ayres)