Tesouro dos EUA toma últimas medidas para preservar capacidade de tomar empréstimos

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 08:04 BRT
 

WASHINGTON, 1 Out (Reuters) - O Departamento de Tesouro dos Estados Unidos começou a usar suas últimas ferramentas para atrasar o dia em que o governo perderá autoridade para tomar empréstimos, disse o secretário de Tesouro, Jack Lew, nesta terça-feira.

Lew disse que o departamento está suspendendo alguns investimentos de um fundo cambial do governo e também vai entrar em um swap de dívida com o Federal Financing Bank e o Civil Service Retirement and Disability Fund.

Ele repetiu que essas medidas vão permitir ao departamento continuar abaixo do limite da dívida de 16,7 trilhões de dólares por um pouco mais de tempo, mas acrescentou que até 17 de outubro o governo vai exaurir sua autoridade para tomar empréstimos e ficará com 30 bilhões de dólares em caixa para pagar as contas do país.

"Se ficarmos com dinheiro insuficiente em mãos, será impossível para os Estados Unidos da América cumprir com suas obrigações", disse Lew em carta aos parlamentares.

"Por esta razão, eu respeitosamente faço um apelo ao Congresso para que aja imediatamente para cumprir sua responsabilidade ao ampliar a autoridade da nação para tomar empréstimos."

(Reportagem de Jason Lange)