Partido de Berlusconi está determinado a não apoiar Letta, diz parlamentar

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 12:56 BRT
 

ROMA, 2 Out (Reuters) - O líder da centro-direita italiana, Silvio Berlusconi, pediu a seu partido, o Povo da Liberdade (PDL), que não apoie o primeiro-ministro Enrico Letta em uma votação de confiança no Senado nesta quarta-feira, disse o parlamentar do PDL Luca D'Alessandro.

Fontes do PDL disseram mais cedo que Berlusconi teria em um determinado momento considerado apoiar Letta para esconder o tamanho da divisão interna no partido, uma vez que vários parlamentares da centro-direita preparam-se para desafiar o líder e votar a favor do governo.

Mas Berlusconi, no fim, resolveu manter sua oposição a Letta.

Um grupo de dissidentes do PDL prometeu apoiar o governo, causando um racha no partido, e Letta parece ter votos suficientes para continuar como primeiro-ministro.

(Reportagem de Roberto Landucci)