Vendas de imóveis novos sobem 86,2% em agosto em São Paulo--SECOVI-SP

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 17:22 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Out (Reuters) - O número de imóveis residenciais novos vendidos na cidade de São Paulo subiu 86,2 por cento em agosto, para 3.464 unidades, no melhor resultado para o mês dos últimos quatro anos, informou o sindicato da habitação paulista, Secovi, nesta quarta-feira.

Na base sequencial, as vendas novas subiram 106,9 por cento sobre o mês anterior. Já no acumulado dos oito primeiros meses do ano, o avanço foi de 45,8 por cento em relação ao mesmo período de 2012, para 22.638 unidades.

O expressivo avanço veio após a queda de 0,9 por cento em julho, também no ano a ano, e foi atribuído pelo presidente do Secovi-SP à ampliação do acesso ao crédito, à elevação da renda média e à queda do desemprego em agosto.

Em nota, Claudio Bernardes também mencionou os "lançamentos de produtos que atendem à demanda por novas moradias e com valores que cabem no bolso do consumidor".

Segundo o Secovi-SP, os números refletem a superação pelas empresas do "momento de ajuste detectado nos últimos dois anos".

O movimento se dá num momento em que as construtoras estão se esforçando para reduzir o grande volume de estoques de imóveis. No primeiro semestre, enquanto os lançamentos subiram 51 por cento, as vendas aumentaram 46 por cento.

Entre janeiro e agosto, o Valor Geral de Vendas (VGV), que apura o volume negociado na venda dos imóveis residenciais novos, cresceu 53,6 por cento, a 13,2 bilhões de reais. Considerando apenas o último mês, houve aumento de 47 por cento sobre agosto de 2012, para 1,55 bilhão de reais.

O indicador de Vendas Sobre Ofertas (VSO) também subiu, atingindo 67,4 por cento nos 12 meses encerrados em agosto, ante 65,5 por cento em julho.

LANÇAMENTOS   Continuação...