Ibovespa recua 0,15%; Oi avança após anúncio de fusão

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 20:49 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 2 Out (Reuters) - O principal índice da Bovespa encerrou em leve queda nesta quarta-feira, após ter passado a maior parte do dia no azul apoiado nas ações da Oi, que anunciou pela manhã acordo de fusão com a Portugal Telecom.

O Ibovespa recuou 0,15 por cento, a 53.100 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 4,66 bilhões de reais, segundo informações da bolsa.

Cerca de uma hora antes do fim do pregão, o índice inverteu movimento positivo para acompanhar a direção das bolsas dos Estados Unidos, que também fecharam no vermelho com falta de evolução nos debates entre democratas e republicanos para tirar o governo de sua primeira paralisação em 17 anos.

A falha em aprovar um plano orçamentário para o país fazia investidores anteciparem um novo impasse para a elevação do teto da dívida dos EUA, que deve ser aprovada em 15 dias a fim de que a maior economia do mundo evite um calote.

Nesta quarta, o presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que o mercado deve ficar preocupado com o que está acontecendo em Washington, com uma facção de republicanos dispostos a permitir que o país entre em default.

"Não há nenhum sinal de avanço para reverter a decisão de fechamento e os mercados começam a antecipar uma paralisação mais longa que o esperado", afirmou o economista Silvio Campos Neto, da Tendências Consultoria.

Além da influência externa negativa, por aqui as ações da Oi perderam parte do fôlego do começo do dia.

A preferencial da operadora chegou a subir 12,8 por cento após o anúncio da fusão com a Portugal Telecom, uma de suas principais acionistas, mas perdeu ímpeto e fechou o pregão com alta de 5,21 por cento.   Continuação...