Dólar sobe 0,41% ante o real após rebaixamento de perspectiva brasileira

quinta-feira, 3 de outubro de 2013 19:50 BRT
 

Por Bruno Federowski e Tiago Pariz

SÃO PAULO, 3 Out (Reuters) - O dólar fechou em alta ante o real nesta quinta-feira, com parte dos investidores estrangeiros deixando o mercado brasileiro após a agência de classificação de risco Moody's rebaixar, na véspera, a perspectiva do rating do Brasil.

A moeda norte-americana avançou 0,41 por cento, para 2,2029 reais na venda, depois de despencar mais de 1,5 por cento na véspera e ir abaixo de 2,20 reais. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,05 bilhão de dólares.

A Moody's colocou a classificação de risco do Brasil em perspectiva "estável", ante "positiva", citando a deterioração da relação entre a dívida bruta e o Produto Interno Bruto (PIB), o nível dos investimentos e o fraco crescimento. Apesar disso, a agência reafirmou o crédito a "Baa2", considerado grau de investimento.

"Embora todos esperassem a decisão da Moody's, quando ela ocorre isso traz pressão adicional e só reforça o cenário que as coisas estão complicadas para a nossa economia", afirmou o gerente de tesouraria do banco Daycoval, Gustavo Godoy, lembrando que a decisão pode levar alguns fundos globais de investimento a reduzir as posições em ativos brasileiros.

O operador de um banco estrangeiro afirmou que recebeu orientações de alguns fundos para diminuir a exposição em alguns ativos brasileiros, sem citar quais. "A redução da exposição não é grande, mas tem efeito no câmbio porque se trata de fluxo", disse o operador.

Ele disse que o efeito só não foi mais forte no mercado por conta do ambiente de intervenção diária do Banco Central. Nesta quinta-feira, o BC já vendeu 10 mil contratos de swap cambial tradicional com vencimento em 3 de fevereiro de 2014.

O BC anunciou ainda para sexta-feira leilão de venda de dólares com compromisso de recompra. A oferta será de até 1 bilhão de dólares, distribuídos entre duas etapas: entre as 11h15 e 11h20, os contratos terão data de recompra em 3 de dezembro de 2013; entre 11h30 e 11h35, a data de recompra será de 2 de julho de 2014.

O movimento de alta do dólar ante o real nesta sessão também era visto como uma correção do movimento visto no dia anterior, quando a divisa norte-americana despencou, ficando abaixo de 2,20 reais, na menor cotação em pouco mais de três meses.   Continuação...