Chuvas irregulares atrasam plantio de soja em MT

sexta-feira, 4 de outubro de 2013 19:41 BRT
 

SÃO PAULO, 4 Out (Reuters) - O plantio de soja em Mato Grosso, maior Estado produtor do Brasil, está 7,23 pontos percentuais atrasado em relação ao início de outubro de 2012, em meio a chuvas irregulares na região, informou nesta sexta-feira um órgão de pesquisa.

Da área prevista para esta safra, 1,4 por cento das lavouras já estão semeadas, contra 8,6 por cento em 4 de outubro do ano passado, disse o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

As chuvas na região têm sido irregulares, o que atrapalha o plantio, disse a Somar Meteorologia.

"Os produtores estão bastante preocupados. As chuvas mais regulares vão chegar apenas em meados deste mês", disse o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos.

Após o período de seca do meio do ano, os agricultores do Centro-Oeste esperam o início da temporada de chuvas, a partir de meados de setembro e outubro, para que as lavouras tenham a umidade necessária para garantir o desenvolvimento das sementes.

A pressa é maior para os produtores de Mato Grosso que planejam plantar algodão imediatamente após a soja. A oleaginosa precisaria ser plantada até este sábado, permitindo a colheita a tempo de que sejam aproveitadas as condições ideais para a semeadura do algodão, lembrou Santos.

A projeção do Imea é de que sejam plantados, ao todo, 8,277 milhões de hectares com soja em Mato Grosso, com colheita de 25,28 milhões de toneladas, cifras recordes.

(Por Gustavo Bonato)