MT tem atraso no plantio de soja; PR avança--AgRural

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 16:40 BRT
 

SÃO PAULO, 7 Out (Reuters) - O plantio de soja em Mato Grosso está atrasado em relação ao ano passado, mas ocorre em ritmo mais acelerado no Paraná, devido a condições climáticas, disse nesta segunda-feira a consultoria AgRural.

A semeadura em Mato Grosso atingiu 3 por cento da área prevista até a sexta-feira, contra 6 por cento na mesma época do ano passado.

Já no Paraná, 10 por cento da área já estão semeados, contra 7 por cento um ano atrás, disse a consultoria.

Mato Grosso e Paraná são, respectivamente, o primeiro e o segundo maiores produtores de soja do Brasil.

"Outubro começou em Mato Grosso com a manutenção do padrão irregular de chuvas que marcou o final de setembro", destacou a AgRural, em relatório.

Como os preços do milho estão baixos e há perspectiva de redução de área na safrinha, quem planta o cereal depois da colheita da soja não está com muita pressa, complementou.

No oeste do Paraná o plantio já está concluído em 37 por cento da área, com boa disponibilidade de umidade ajudando as plantas brotarem do solo.

Na média brasileira, o plantio está concluído em 3 por cento da área prevista, mesmo índice de um ano atrás, mas abaixo da média de 5 anos, de 4 por cento de plantio realizado.

A AgRural estima que o Brasil irá plantar 29,4 milhões de hectares de soja na safra 2013/14, com potencial de produção de 89 milhões de toneladas.

(Por Gustavo Bonato; Edição de Àlexandre Caverni)