Camex prorroga isenção de imposto de importação de metanol

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 09:19 BRT
 

SÃO PAULO, 7 Out (Reuters) - A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou por 180 dias a isenção de imposto de importação para metanol (álcool metílico) de países fora do Mercosul, para uma cota de 282,5 mil toneladas, segundo resolução publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União.

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento deverá editar norma complementar para estabelecer os critérios de alocação da cota.

O imposto havia sido zerado, também por um prazo de 180 dias, em abril, "por razões de abastecimento".

A principal aplicação do metanol ou álcool metílico é como solvente. O produto também é utilizado como intermediário químico, como anticongelante, na síntese de defensivos agrícolas e no processo de conversão de óleos e gorduras de origem animal ou vegetal em biodiesel, segundo o ministério.

(Por Gustavo Bonato)