Lockheed reduz número de trabalhadores afastados nos EUA

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 13:02 BRT
 

WASHINGTON, 7 Out (Reuters) - A Lockheed Martin, maior contratada do governo norte-americano e principal fornecedora do Pentágono, reduziu nesta segunda-feira o número de funcionários que mantinha afastados após o secretário de Defesa Chuck Hagel chamar de volta a maior parte dos funcionários civis.

A Lockheed disse que cerca de 2,4 mil dos seus trabalhadores não poderiam voltar ao trabalho porque as unidades do governo onde trabalhavam estão fechadas devido à paralisação do governo dos Estados Unidos.

Desse total, cerca de 2,1 mil trabalhavam em programas para agências civis, enquanto o restante trabalha em programas militares, disse a empresa, acrescentando que a maioria dos profissionais ficava em Washington.

A Lockheed havia dito na sexta-feira que iria dar licença para cerca de 3 mil trabalhadores devido à paralisação. O anúncio desta segunda-feira reduziu este número em 20 por cento.

(Por Andrea Shalal-Esa)