Nove empresas candidatas a leilão de Libra depositaram garantias--fonte

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 20:46 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier e Sabrina Lorenzi

RIO DE JANEIRO, 7 Out (Reuters) - Nove empresas depositaram até o momento as garantias solicitadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para o leilão de Libra, informou uma fonte com conhecimento direto do assunto no começo da noite desta segunda-feira.

O prazo para a entrega das garantias para a primeira rodada de licitações do pré-sal vence nesta segunda-feira, até meia-noite.

Procurada, a ANP não informou quais empresas apresentaram garantia, porque o prazo ainda não venceu.

Onze empresas pagaram taxa de participação para o leilão, previsto para o próximo dia 21.

Se todas apresentarem as garantias em dinheiro, serão apresentados cerca de 1,7 bilhões de reais, calcula Paulo Niemeyer, diretor de Petróleo e Gás da Aon Brasil, empresa líder em gestão de riscos, corretagem de seguros e resseguros.

Cada empresa, segundo ele, deverá deixar 156 milhões de reais como garantia. Mas há a possibilidade de petroleiras oferecerem penhora de óleo.

"Onze devem apresentar as garantias, mas nem todas darão seguro-garantia como garantia, algumas poderão oferecer penhora de óleo, por exemplo", disse ele, em entrevista por telefone.

Todas as 11 empresas que pagaram taxa de participação para o leilão de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, estão habilitadas a participar do certame.

A lista das 11 empresas que se candidataram ao leilão de Libra é formada pela japonesa Mitsui, a indiana ONGC, a malaia Petronas, as chinesas CNOOC e CNPC, a colombiana Ecopetrol, a Petrogal (da portuguesa Galp e da chinesa Sinopec), Petrobras, Repsol Sinopec Brasil (da espanhola Repsol com a chinesa Sinopec), a anglo-holandesa Shell e a francesa Total.