GSK busca comercializar primeira vacina de malária do mundo

terça-feira, 8 de outubro de 2013 11:32 BRT
 

LONDRES, 8 Out (Reuters) - A fabricante de medicamentos britânica GlaxoSmithKline buscará aprovação para comercializar a primeira vacina de malária do mundo no ano que vem, depois que dados de testes mostraram que a vacina reduziu significativamente os casos da doença em crianças na África.

A vacina conhecida como RTS,S, depois de 18 meses de acompanhamento, cortou em quase a metade o número de casos de malária em crianças pequenas no teste, e reduziu em cerca de um quarto o número de casos de malária em bebês.

"Com base nestes dados, a GSK agora pretende enviar, em 2014, um pedido regulatório à Agência Europeia de Medicamentos (EMA)", disse a GSK, que vem desenvolvendo a vacina há três décadas, em uma declaração.

A empresa complementou que a agência de saúde das Nações Unidas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) que tem sede em Genebra, já indicou que recomendará o uso da vacina RTS,S a partir de 2015 se as autoridades regulatórias da EMA apoiarem seu pedido de licença.

Expectativas de que a RTS,S seria, no entanto, a resposta final à doença foram refreadas no ano passado depois que um estudo de estágio final com 6.537 bebês com idades entre seis e 12 semanas mostrou que a vacina oferecia apenas uma proteção modesta, reduzindo os episódios da doença em 30 por cento em comparação à imunização com uma vacina de controle.

(Por Kate Kelland)