Agrium vê preço do potássio sob pressão por 'novela' russa

terça-feira, 8 de outubro de 2013 16:36 BRT
 

Por Allison Martell

TORONTO, 8 Out (Reuters) - A "novela" russa do potássio poderá pesar sobre os preços até que a demanda volte a subir substancialmente ou que os produtores fechem parte de sua capacidade, disse o presidente-executivo da empresa canadense de fertilizantes Agrium nesta terça-feira.

Os preços do nutriente agrícola vêm caindo desde o final de julho, quando a russa Uralkali OAO desistiu da parceria com para exportação com o governo de Belarus, argumentando que o buscava ampliar os volumes.

A disputa comercial tornou-se rapidamente em uma briga diplomática depois que o CEO da Uralkali foi detido em agosto, durante visita a Belarus, país que depende da receita oriunda do consórcio Belaruskali.

"A novela na Rússia, e eu acredito que este é o melhor jeito para descrever isso... Eu não sei como isso vai se desenrolar", disse o presidente-executivo da Agrium, Mike Wilson, durante apresentação a investidores em Nova York.

Wilson disse que a estrutura do mercado precisa voltar ao que era antes, e alguns produtores precisam fechar capacidade, ou a demanda subir acima de 60 milhões de toneladas. Caso contrário, disse ele, o preço ficará sob pressão.

Em junho, a Associação Internacional da Indústria de Fertilizantes estimou a demanda por potássio em 2013 em 33 milhões de toneladas.