Genérico do Advair, da GSK, deve entrar nos EUA somente após 2018

terça-feira, 8 de outubro de 2013 18:53 BRT
 

LONDRES, 8 Out (Reuters) - A Teva Pharmaceuticals não espera lançar a versão genérica do mais vendido remédio para pulmões da GlaxoSmithKline, o Advair, nos Estados Unidos antes de 2018.

Os comentários da maior fabricante de medicamentos genéricos durante uma apresentação nesta terça-feira é uma boa notícia para acionistas da GSK, que temiam versões mais baratas do produto poderiam surgir dois anos mais cedo. As vendas do Advair movimentam 8 bilhões de dólares por ano.

Analistas do Deutsche Bank disseram que adiar a competição do genérico do Advair em 18 a 24 meses impulsionaria o resultado da GSK no médio e no longo prazos e daria mais tempo para ela promover duas drogas respiratórias mais novas, Breo e Anoro.

A especulação sobre um lançamento mais prematuro do genérico do Advair surgiu no mês passado, após documento da Food and Drug Administration estabelecer requerimentos relativamente lenientes para versões genéricas da droga.

Teva, no entanto, disse que a produção de uma versão do Advair seria desafiadora e slides publicados em seu site declararam que a empresa não espera ver o produto no mercado norte-americano antes de 2018.

O Advair, vendido como Seretide fora dos Estados Unidos, é usado para tratar asma e doenças pulmonares crônicas causadas pelo fumo.

(Por Ben Hirschler)