9 de Outubro de 2013 / às 13:43 / 4 anos atrás

Conab projeta safra recorde de soja de até 89,72 mi t no Brasil

SÃO PAULO/BRASÍLIA, 9 Out (Reuters) - O Brasil deverá colher uma safra recorde de soja em 2013/14, de até 89,72 milhões de toneladas, disse nesta quarta-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em seu primeiro levantamento para a nova temporada, que está na fase inicial de plantio.

A entidade projetou que a colheita da oleaginosa vai ficar numa faixa entre 87,6 milhões e 89,72 milhões de toneladas, contra 81,46 milhões de toneladas em 2012/13.

A colheita da oleaginosa vai contribuir para uma safra de grãos também recorde no país, entre 191,91 milhões e 195,50 milhões de toneladas, um crescimento de até 4,5 por cento.

No início do mês, diretores do Ministério da Agricultura disseram à Reuters que o governo esperava uma safra de grãos e oleaginosas de cerca de 190 milhões de toneladas.

Em 2012/13, a safra total de grãos foi de 187 milhões de toneladas.

Quanto à soja, a Conab disse nesta quarta-feira que os números confirmam “a opção do produtor nacional em priorizar o plantio da oleaginosa que tem apresentado preços remuneradores no momento da comercialização.”

A área plantada com soja deve crescer entre 3,4 e 5,9 por cento em 13/14 ante a temporada passada.

A Conab projetou que as exportações da temporada fiquem em 45,9 milhões de toneladas e o consumo interno em 40,7 milhões de toneladas.

“Se assim ocorrer será o segundo ano consecutivo em que as exportações ficarão maiores que o consumo interno”, lembrou a Conab, em nota.

Os estoques de passagem do ano de 2014 serão “bem folgados”, com uma estimativa de 3,31 milhões de toneladas, se não houver nenhum problema climático que afete a produção, disse a entidade.

TRIGO

A companhia reduziu mais uma vez a projeção para a colheita de trigo no Brasil, que está em andamento, estimando agora um volume de 4,77 milhões de toneladas, contra 4,95 milhões de toneladas do relatório de setembro.

As estimativas de produtividade para as lavouras do Paraná foram reduzidas por causa de geadas nos últimos meses, disse a Conab.

A produção do Paraná está estimada em 1,72 milhão de toneladas, sendo que as perdas já acumulam 56 por cento da produção estimada em julho, que era de 2,68 milhões de toneladas.

Em função da menor disponibilidade de trigo brasileiro, a Conab elevou a projeção para aquisições no exterior. As importações foram elevadas em 100 mil toneladas, para 6,7 milhões de toneladas. A expectativa de estoque ao final da temporada 13/14 foi reduzida para 434 mil toneladas, ante 517 mil toneladas do relatório de setembro.

O governo está atento ao aperto na oferta de trigo, disse o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller.

“Participei ontem com uma conversa com o ministro para talvez ampliar ainda mais a isenção de importação do trigo, para justamente combater a alta do trigo. O governo fez a desova, jogou no mercado todo o estoque que tínhamos. Isso durante o ano foi um alento para segurar o preço, mas (atualmente) é uma preocupação”, disse Geller em conferência com jornalistas em Brasília.

Para atender à demanda por trigo estrangeiro num momento em que a disponibilidade do produto argentino --principal fornecedor brasileiro-- é escassa, a Câmara de Comércio Exterior autorizou em setembro uma cota adicional de 400 mil toneladas a serem compradas fora do Mercosul com isenção de tarifas, elevando o volume total livre de Tarifa Externa Comum para 2,7 milhões de toneladas.

MILHO

O levantamento da Conab também traz as primeiras estimativas oficiais para a colheita de milho no país.

A safra total deve ficar entre 78,43 milhões e 79,63 milhões de toneladas, uma queda ante o recorde de 81,34 milhões de toneladas em 2012/13.

A primeira safra do cereal deve ficar entre 32,25 milhões e 33,45 milhões de toneladas.

“A cultura, em função da expectativa de preços mais baixos devido ao excedente de oferta, perdeu área para a soja, que tem maior liquidez e expectativa de preços mais remuneradores”, disse a Conab.

Para a segunda safra de 2013/14, que será plantada apenas em meados do ano que vem, a Conab repetiu a estimativa feita para 2012/13, de 46,18 milhões de toneladas.

Por Gustavo Bonato, em São Paulo, e Nestor Rabello, em Brasília

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below