Alemanha elevará taxa que subsidia energia renovável em 2014--fontes

quarta-feira, 9 de outubro de 2013 16:32 BRT
 

BERLIM, 9 Out (Reuters) - A sobretaxa cobrada para subsidiar energias renováveis na Alemanha irá aumentar no próximo ano, disseram fontes do setor à Reuters na quarta-feira, o que elevará os preços de energia para famílias e indústrias e aumentará a pressão sobre o governo para reduzir os incentivos para fontes renováveis.

Fontes do operador de rede do país disseram que calcularam que a sobretaxa deve aumentar em cerca de 1 centavo por quilowatt-hora (KWh) no próximo ano para 6.307 centavos por KWh.

A sobretaxa, que está para ser anunciada oficialmente na próxima semana, é cobrada dos consumidores para financiar os subsídios, ou o sistema de tarifas, da energia renovável. Este ano, a taxa saltou em cerca de 47 por cento, desencadeando uma tempestade política devido à subida acentuada que impacta no custo da eletricidade.

Sob o sistema de tarifas em vigor para as renováveis, introduzido há mais de uma década para aumentar a produção de energia verde da Alemanha, a energia a partir de fontes como a eólica e solar é introduzida na rede a preços acima do mercado.

A sobretaxa renovável cobre a diferença entre os preços garantidos pagos para as energias renováveis e os preços de mercado para a energia convencional gerada a partir da queima de combustíveis fósseis.

O aumento é devido principalmente ao custo de isenções de pagamento da sobretaxa adicional concedido às indústrias consumidoras intensivas de energia e também aos preços mais baixos no mercado de eletricidade. Em menor grau, o crescimento das energias renováveis também é responsável pelo aumento da taxa, segundo as fontes.

(Reportagem de Markus Wacket)