Ações da zona do euro fecham estáveis por Itália e Espanha

quarta-feira, 9 de outubro de 2013 16:46 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 9 Out (Reuters) - As ações da zona do euro ficaram estáveis nesta quarta-feira, ficando acima do desempenho de seus pares na Grã-Bretanha e na Suíça, na medida em que as vendas bem sucedidas de dívida da Itália e Espanha impulsionaram os papéis de bancos e da periferia da região.

As ações espanholas e italianas subiram após as vendas de bônus terem adicionado sinais de que o sentimento em relação às economias do sul da zona do euro estão melhorando.

Os bancos da zona do euro, que estão expostos à dívida soberana da região e que dependem do crescimento econômico para seus negócios, subiu 1,3 por cento, liderado pelo banco espanhol Caixabank e o português Banco Espírito Santo.

O índice italiano Ftse/Mib e o espanhol Ibex subiram 1 por cento e 1,3 por cento, respectivamente, ficando acima da média de desempenho do índice suiço SMI e do britânico Financial Times, em queda de 0,9 e 0,4 por cento.

O índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 teve oscilação positiva de 0,1 por cento, para 2.904 pontos. Analistas consultados pela Reuters esperam que o Euro Stoxx 50 alcance 3.020 pontos até o fim do ano, e que suba mais, para 3.125 pontos até meados de 2014 e para 3.253 pontos até o fim de 2014.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou em queda de 0,5 por cento, a 1.224 pontos, nova mínima em um mês, pressionado pelos papéis de setores defensivos como os do grupo farmacêutico Roche e do grupo alimentício Nestlé.