Obama lamenta que todos os republicanos da Câmara não participem de reunião na 5a

quarta-feira, 9 de outubro de 2013 21:38 BRT
 

WASHINGTON, 9 Out (Reuters) - A Casa Branca criticou o presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, John Boehner, nesta quarta-feira por sua decisão de não deixar que todos os republicanos da Casa participem de uma reunião na Casa Branca na quinta-feira.

O presidente Barack Obama tem tentado convencer os republicanos moderados a romper com os conservadores do Tea Party e forçar Boehner, o principal republicano em Washington, a permitir uma votação de um projeto de lei de gastos de curto prazo para acabar com a paralisação do governo dos EUA e retirar a ameaça de uma moratória.

A Casa Branca convidou todos os republicanos da Câmara para uma reunião na quinta-feira, mas Boehner limitou o grupo para 18 republicanos que ocupam cargos de liderança.

"O presidente Obama está desapontado que Boehner esteja impedindo que seus membros venham à Casa Branca", disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

"O presidente acreditava que era importante falar diretamente com os membros que forçaram esta crise econômica no país sobre como a paralisação e um fracasso em pagar as contas do país poderiam devastar a economia", afirmou ele.

(Reportagem de Steve Holland)