Obama e republicanos tentam superar impasse fiscal

sábado, 12 de outubro de 2013 16:28 BRT
 

Por Richard Cowan e Thomas Ferraro

WASHINGTON, 11 Out (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e líderes republicanos no Congresso se empenhavam nesta sexta-feira em superar o impasse fiscal, mas enfrentavam dificuldades para definir detalhes de um acordo que permita a reabertura dos órgãos públicos federais e a elevação do teto da dívida pública.

Um dia depois dos primeiros sinais de movimentação real entre os envolvidos, os dois lados buscavam um acordo que possa levar os funcionários públicos de volta ao trabalho e aumentar o teto da dívida a partir de 17 de outubro.

Os deputados republicanos esperavam nesta sexta-feira por uma resposta da Casa Branca à sua nova oferta, disse um assessor, sem entrar em detalhes. Na quinta-feira, os republicanos apresentaram um plano que elevaria por pelo menos seis semanas o limite de endividamento público, evitando assim uma moratória imediata.

"Estamos obviamente em um lugar melhor do que estávamos há alguns dias", disse o porta-voz da Casa Branca Jay Carney a jornalistas. "Mas não há acordo."

Os republicanos também acenaram com a possibilidade de uma rápida reabertura dos órgãos públicos se Obama se comprometer com medidas mais amplas para a redução do déficit. Obama pediu que a ampliação do teto da dívida seja mais prolongada, e sem estar atrelada a nenhuma condição.

Em reunião com senadores republicanos na sexta-feira, Obama manifestou preocupação de que a prorrogação do teto da dívida seja efêmera, e falou sobre a necessidade de novas fontes de arrecadação como parte de qualquer plano de longo prazo para a redução do déficit, segundo o senador republicano Orrin Hatch.

Hatch disse ter deixado a reunião com a sensação de que a disputa fiscal continuará sendo uma "experiência difícil".

Mas alguns republicanos na Câmara manifestaram otimismo agora que as negociações na Casa Branca começaram.   Continuação...

 
O presidente dos EUA, Barack Obama, participa de reunião com pequenos empresários na Casa Branca. Obama e os republicanos se empenhavam nesta sexta-feira em superar o impasse fiscal. REUTERS/Kevin Lamarque