Telefónica prepara venda de fatia em unidade tcheca

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 16:38 BRT
 

MADRI/LONDRES, 14 Out (Reuters) - O grupo de telecomunicações espanhol Telefónica começou a preparar a venda de uma fatia em sua unidade tcheca, afirmaram nesta segunda-feira três fontes do setor bancário próximas ao processo, mas não diretamente envolvidas na operação.

A Telefónica, que pretende reduzir sua dívida para menos de 47 bilhões de euros (64 bilhões de dólares) até o fim do ano, vendeu uma série de ativos para pagar empréstimos, incluindo seu negócio irlandês O2.

Analistas já vinham apontando a Telefónica da República Tcheca como um ativo que o grupo poderia vender. A Telefónica registrou dívida líquida de 49,8 bilhões de euros no primeiro semestre.

Duas das fontes disseram que o grupo de investimento tcheco PPF, cujo dono é o homem mais rico do país, Petr Kellner, seria o comprador mais provável.

O PPF recentemente vendeu sua unidade de telecomunicações, que irá competir como Revolution Mobile sob novo dono, mas parece estar interessado em voltar ao setor. A empresa considerou participar do leilão de 4G em andamento na República Tcheca, mas não foi à frente com o plano, por isso, comprar o negócio da Telefónica seria alternativa para entrar no mercado.

Uma das duas fontes disse que um fundo de private equity poderia comprar a Telefónica da República Tcheca se o PPF não o fizer, acrescentando que as empresas de telecom russas podem ter interesse no ativo, apesar de enfrentarem oposição política.

Um porta-voz da Telefónica em Madri recusou-se a comentar.

A Bloomberg noticiou mais cedo nesta segunda-feira que o Goldman Sachs e o Société Générale estavam ajudando a Telefónica a encontrar um comprador para sua operação no país, apesar de fontes consultadas pela Reuters não terem informado quais bancos estariam com o mandato.

Société Générale e Goldman Sachs não comentaram.   Continuação...