Bolsas dos EUA sobem por esperanças de acordo orçamentário

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 20:20 BRT
 

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK, 14 Out (Reuters) - As ações dos Estados Unidos terminaram a sessão volátil desta segunda-feira em alta, com investidores apostando que haverá em breve um acordo em Washington para elevar o teto da dívida norte-americano, embora não haja sinais óbvios de progresso.

O índice Dow Jones avançou 0,42 por cento, para 15.301 pontos. O Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,41 por cento, para 1.710 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,62 por cento, para 3.815 pontos.

O presidente Barack Obama se reuniria com vários líderes parlamentares nesta segunda-feira, mas a Casa Branca informou que a reunião foi adiada. No entanto, sinais de negociações foram encarados positivamente pelo mercado.

O líder da maioria no Senado, Harry Reid, e o líder republicano no Senado, Mitch McConnell, que começaram a discutir no sábado, apareceram juntos no plenário do Senado e expressaram otimismo de que um acordo pode ser firmado em dias.

As ações haviam recuado após negociações no fim de semana fracassarem em chegar a uma solução que reabriria o governo federal e elevaria o teto da dívida, atualmente em 16,7 trilhões de dólares, até 17 de outubro. O fracasso em elevar o limite de endividamento pode deixar a maior economia do mundo incapaz de pagar as contas nas próximas semanas.

"Juntar todo mundo foi suficiente para que nós voltássemos ao mercado após as bolsas abrirem com queda significativa, mas ainda temos a percepção de que estamos em um impasse", disse o vice-chefe de ações norte-americanas do Aberdeen Asset Management, Ralph Bassett. "Esperamos que haverá um acordo nos próximos dias, mas haverá muito medo", acrescentou.

Além do teto da dívida, a paralisação do governo, que chegou na terceira semana, é vista como um peso sobre a economia, cortando um pequeno percentual do Produto Interno Bruto (PIB) a cada dia.

Em sinal de cautela do mercado, o índice de volatilidade CBOE, que tipicamente opera em sentido contrário ao S&P 500, subiu 1,8 por cento. O volume de negociações ficou baixo, embora isso seja parcialmente tribuível ao feriado de Dia de Colombo, que fechou bancos e o mercado de títulos dos EUA.

Cerca de 4,77 bilhões de ações foram negociadas na New York Stock Exchange, na Nasdaq e na NYSE MKT, abaixo da média diária deste ano, de mais de 6 bilhões de ações.