China faz apelo para EUA solucionarem impasse fiscal

terça-feira, 15 de outubro de 2013 16:23 BRT
 

PEQUIM, 15 Out (Reuters) - O vice-ministro das Finanças da China, Zhu Guangyao, cobrou que o governo dos Estados Unidos tome "medidas concretas" para impedir o abismo fiscal e evitar o default de bônus da dívida.

Esse é o mais recente alerta do país que é o maior detentor de papéis da dívida norte-americana dois dias antes de ser atingido o prazo do teto da dívida. Os comentários foram feitos durante encontro entre os governos chinês e britânico nesta terça-feira.

Ele também fez um apelo para que os EUA se responsabilizem pela estabilidade dos mercados financeiros. "No longo prazo, os Estados Unidos precisam lidar com o impasse fiscal, precisam elevar o teto do limite da dívida rapidamente e manter a promessa de não ocorrer o default dos bônus do Tesouro, mantendo o ímpeto saudável da economia norte-americana e evitando o impacto na economia global", disse o vice-ministro.

(Reportagem de Aileen Wang)

 
Vice-ministro das Finanças da China, Zhu Guangyao, durante reunião na cúpula do G20 Summit, em Strelna, próximo a São Petersburgo. Guangyao cobrou que o governo dos Estados Unidos tome "medidas concretas" para impedir o abismo fiscal e evitar o default de bônus da dívida. 5/09/2013. REUTERS/Roman Yandolin/RIA Novosti/Pool