Lucro ajustado do Citigroup recua com desaceleração em bônus

terça-feira, 15 de outubro de 2013 13:07 BRT
 

(Reuters) - O Citigroup divulgou uma queda marginal no lucro trimestral ajustado, após decisão do Federal Reserve de continuar com o programa de compra de bônus por um período maior que o esperado ter desacelerado as negociações de ativos por clientes.

As ações do Citigroup caíam após o resultado ter ficado aquém das expectativas do mercado.

O lucro líquido do terceiro trimestre, ajustado por alguns itens, caiu para 3,26 bilhões de dólares, ou 1,02 dólar por ação, ante 3,27 bilhões, ou 1,06 dólar por ação um ano antes, afirmou o terceiro maior banco dos Estados Unidos nesta terça-feira.

Analistas esperavam, em média, lucro de 1,04 dólar por ação em uma base ajustada, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita das operações no mercado de bônus caiu 26 por cento na mesma base.

O volume de negociação de bônus em grande parte de Wall Street desacelerou durante o trimestre, após o Federal Reserve, o banco central norte-americano, ter decidido manter seu programa de compra de títulos por mais tempo que o esperado.

O JMorgan Chase informou na sexta-feira que sua receita com negociação de renda fixa havia caído 8 por cento no trimestre.

O Citigroup teve resultados melhores na negociação de ações, mas esses ganhos não foram suficientes para compensar a queda na negociação de bônus, com a receita do negócio bancário e de ativos apresentando uma queda de 10 por cento em uma base ajustada.

A receita geral da instituição financeira recuou 5 por cento, para 18,22 bilhões de dólares, excluindo itens.   Continuação...