Air France está dividida sobre injeção de capital na Alitalia

terça-feira, 15 de outubro de 2013 13:37 BRT
 

Por Alberto Sisto e Cyril Altmeyer

MILÃO/PARIS, 15 Out (Reuters) - Uma fonte próxima à Air France-KLM, maior acionista da Alitalia, disse que a empresa estava dividida, em meio a meio, sobre sua participação em uma emissão de ações de emergência para manter a Alitalia voando, pois o plano de negócios da companhia aérea italiana não cumpria suas condições.

A Air France-KLM, que detém 25 por cento da Alitalia, aprovou uma emissão de 300 milhões de euros junto com outros investidores da companhia durante um encontro que durou a noite inteira e terminou na madrugada desta terça-feira.

Mas a companhia não é obrigada a participar da injeção de dinheiro e sempre disse que iria impor condições rigorosas antes de dar qualquer ajuda.

Analistas sugerem que a Air France-KLM está se movendo lentamente a fim de obter concessões de reestruturação mais rigorosas por parte do governo italiano e outros acionistas. A injeção de capital, parte de um resgate mais amplo, é vista apenas como uma solução paliativa antes de negociações sobre uma possível fusão entre Alitalia e Air France-KLM.

Massimo Sarmi, chefe do serviço de correios da Itália, estava voando para Paris para discutir assuntos com a Air France, afirmou uma segunda fonte à Reuters. A empresa de serviços postais concordou em comprometer 75 milhões de euros no aumento de capital.

"A posição da Air France-KLM é de meio a meio nesta fase", disse a fonte próxima à empresa. "O plano de negócios apresentado na semana passada não era adequado, as condições não foram cumpridas, especialmente em termos de reestruturação da dívida".

A fonte acrescentou, no entanto, que a Air France-KLM tinha um "interesse estratégico" na Alitalia.

Um porta-voz da Air France-KLM não quis comentar.